domingo, 11 de maio de 2014

Buenos Aires de ônibus, sim!




Você viajaria de ônibus para Buenos Aires desde o Brasil? Ou melhor, desde a fronteira com o Brasil? Dificilmente a sua resposta será sim. Mas essa dica é quentíssima.

Os ônibus de linha de longa distância da Argentina deixam qualquer avião no chinelo. Ok, não costumo viajar de primeira classe e acho que nunca conseguirei essa façanha com regularidade (uma vez, na extinta Varig, eu viajei, mas foi pura casualidade).

Íamos para Buenos Aires para passar o Réveillon em um grupo de amigos. Éramos em dez pessoas e a ideia era conhecer os tais ônibus leitos de que nos haviam falado. Na época em que definimos a viagem, a passagem de avião ia custar cerca de R$ 1.400,00 por pessoa e os tais ônibus, cerca de R$ 350,00 ida e volta por pessoa. O valor final, em razão do câmbio, foi de R$ 320,00.

Verificamos que há várias empresas que prestam esse serviço, mas elegemos a Via Bariloche por indicação. Pegamos o melhor ônibus, o cama-suítes, e o valor foi aquele ali. Ótimo, não?

Bem, em São Borja, cidade fronteiriça, alugamos garagem para os carros e contratamos taxista para fazer o transfer para Santo Tomé, cidade argentina onde pegaríamos o tal ônibus.

Não há estação rodoviária. O ponto é num posto de combustível, na beira da estrada, RN-14, num local meio ermo, mas todas as empresas param ali, tanto na ida como na volta. A linha é Puerto Iguazu - Buenos Aires.









Chegamos cedo por garantia. O horário previsto para o nosso embarque era 22h45min, aproximadamente, horário local (a Argentina não faz horário de verão). Enquanto a hora não chegava, demos início à jogatina. Era pontinho e general as modalidades escolhidas para a noite.

Na hora do embarque, a surpresa e a confirmação do que nos haviam dito: era ônibus leito total, com cobertor e travesseiro e entretenimento individual. Tinha até umas cortininhas para deixar a poltrona bem individual.



   

Em seguida, o 'rodomoço' serviu o jantar, com direito à sobremesa, vinho e espumante.



Antes de chegarmos a Buenos Aires, foi-nos servido o café da manhã, o desayuno.


 Depois de 10h de estrada e de uma noite bem confortável no ônibus, chegamos em Buenos Aires, na estação do Retiro, bem no centro. Ali pegamos um táxi e fomos para o nosso apartamento.



Acertamos com os mesmos taxistas a volta (R$ 70,00 por carro, por viagem). Quando chegamos no posto, eles estavam lá nos esperando para nos trazer de volta ao Brasil.

A viagem é muito tranquila. E a poltrona, bem espaçosa. A programação de entretenimento conta com diversos filmes, shows, documentários e clipes musicais. Tem desenho, também, para as crianças.

A gente adorou essa experiência.



4 comentários:

  1. Andrea,

    Nem sabia que existia onibus assim!!! Adorei!
    Quem sabe um dia!!

    Bjs,
    Fran @ViagensqueSonhamos

    ResponderExcluir
  2. Estava em Uruguaiana/RS e tive que ir para Buenos Aires. Como não havia voos de Uruguaiana para BsAs, foi-me sugerido seguir de ônibus. São, aproximadamente 700 km. De Uruguaiana peguei um táxi até Paso de Los Libres (8 km) onde peguei um ônibus leito de 2 andares que saiu as 22hs e chegou na Rodoviária do Retiro as 6 hs. Paguei barato e fiz uma viagem bem tranquila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nivas! Obrigada por sua visita. Esses ônibus são bons mesmo, né? Lembras da empresa que viajaste? A gente fez essa experiência e gostamos bastante. Abraços.

      Excluir
  3. Bom Dia!
    Gostaria de saber onde se compra as passagens para pegar o ônibus em Santo Tomé?

    ResponderExcluir